Artigo em Versão de Impressão
Clique aqui para ver este artigo no seu formato original


Encontro
Colocado por: josé eduardo marques 30.04.2008 - 16:31
O Encontro

I

No passado dia 12 de Abril cumpriu-se mais um Encontro da CPM 8241. Como todos os anteriores, decorreu com muita conversa, bastante alegria e muita confraternização.

Também, mais uma vez, o nosso ex-comandante, coronel Moreira Dias, nos honrou com a sua presença. Mais uma vez, também, nos honrámos com a presença de tantos camaradas e respectivos familiares.

Agrada-me, particularmente, a presença de malta nova. Não que essa presença nos inculque raciocínios de perpetuidade dos encontros. Não desejamos que tal aconteça. Como já referi num texto anterior, a propósito do desaparecimento do meu homónimo, os encontros deverão efectivar-se até ao desaparecimento do penúltimo militar. O último fechará a porta. A presença de juventude é importante na medida em que reflecte inequivocamente o saudável relacionamento entre gerações. Há dez anos, entre pais e filhos. Hoje entre pais, filhos e netos. É bonito e saudável. Bem haja a sua presença, diria o Renato.

II

Este ano viajei, pela primeira vez de caminheta. O Renato, sempre ele, organizou, também, o transporte. Às sete da matina, partida do Parque das Nações. Cedo. Madrugada. Crime. Icei-me, a custo, dos lençóis. Gosto muito do Parque das Nações, mas à noite ou pela noite. Nunca às sete da manhã. Crime.

A viagem iniciou-se à hora marcada. O Renato continua o mesmo: muito certinho. Tinha pensado retomar o sono durante o trajecto, mas qual quê! O Arnaldo (bigodes) presenteou-me com as suas sempre ricas e boas histórias; o Mafra reconfortou-nos ao descrever episódios da recruta e da especialidade; o Canilho relatou maravilhosamente, com a seriedade que emprega em todas as narrativas, coisas de Nova Lisboa; e, o Isidoro desconcertou-me com os mais fantásticos acontecimentos do seu dia a dia. Quem poderia dormir com estes parceiros de viajem? E ainda bem.

Na volta, repetiu-se a dose. Que maravilha.

III

Todos os Encontros têm aspectos bons e menos bons. Por todos passamos não deixando de realizar o seu primeiro intuito: o convívio. Este não fugiu à regra. À malta de Guimarães, primeira interessada em que tudo corresse bem, o meu obrigado.

José Eduardo Marques

3 Comentário

http://cpm8241.com/article-encontro-8.htm?sessionid=h6agkk3e9fv92k0jp4tmnnn5i2


Powered by SePortal (http://www.seportal.org)
© SePortal.org (http://www.seportal.org)